Postado em 14 de Outubro de 2016 às 08h01

Alíquota zero sobre importação de milho deve beneficiar cadeia de proteína.

CleanTec do Brasil A Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou a alíquota zero para a importação de milho – com limite de 1 milhão de toneladas – até 31 de dezembro deste ano, de...

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou a alíquota zero para a importação de milho – com limite de 1 milhão de toneladas – até 31 de dezembro deste ano, de acordo com a publicação da medida publicada no Diário Oficial da União, na última terça-feira (11).
Os países do Mercosul já tinham alíquota zero, mas os outros países pagavam 8%. Dessa forma, são eles que podem se beneficiar agora da decisão da Camex. A iniciativa deverá ajudar na importação para o abastecimento interno e regular o preço de mercado.
A primeira isenção da alíquota de milho ocorreu em abril deste ano. Leia mais...

Veja também

Plano de Prevenção à Influenza Aviária estabelece procedimentos ao setor.26/12/16 Apesar de os planteis paulistas não registrarem nenhuma ocorrência da Influenza Aviária (IA) até hoje, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA, São Paulo/SP) envolveu todos os seus departamentos na prevenção da doença, especialmente a Defesa Agropecuária (CDA), que normalmente já executa atividades de......
Maior oferta de milho deve baixar preços no segundo semestre.25/08/16 O relatório do Itaú BBA (São Paulo/SP) aponta que uma maior oferta de milho na nova safra 2016/17, decorrente do aumento da área plantada no Brasil, deve fazer com que os preços do grão caiam. Um aumento de......
Exportações do RS crescem 4,5% nos cinco primeiros meses de 2017.13/06/17 Relatório de Comércio do Agronegócio do Rio Grande do Sul, divulgado pela Assessoria Econômica da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Sistema Farsul) na última segunda-feira (12), aponta......

Voltar para Notícias