Postado em 14 de Outubro de 2016 às 08h01

Alíquota zero sobre importação de milho deve beneficiar cadeia de proteína.

CleanTec do Brasil A Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou a alíquota zero para a importação de milho – com limite de 1 milhão de toneladas – até 31 de dezembro deste ano, de...

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou a alíquota zero para a importação de milho – com limite de 1 milhão de toneladas – até 31 de dezembro deste ano, de acordo com a publicação da medida publicada no Diário Oficial da União, na última terça-feira (11).
Os países do Mercosul já tinham alíquota zero, mas os outros países pagavam 8%. Dessa forma, são eles que podem se beneficiar agora da decisão da Camex. A iniciativa deverá ajudar na importação para o abastecimento interno e regular o preço de mercado.
A primeira isenção da alíquota de milho ocorreu em abril deste ano. Leia mais...

Veja também

Após EUA, Porto Rico também abre mercado para carne suína brasileira 03/05/16 Seguindo os passos dos EUA, Porto Rico abriu seu mercado para a carne suína produzida pelo Brasil. É o que indica a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), após o país ter aceitado o modelo de Certificado Sanitário Internacional (CSI) proposto pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA,......
Acre e Ceará receberão novas remessas de milho.13/01/17 Na próxima sexta-feira (13), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab, Brasília/DF ) realizará o primeiro leilão de frete do ano, para remoção de 2.567 toneladas de milho em grãos para atendimento a......

Voltar para Notícias