Postado em 06 de Fevereiro de 2017 às 15h04

Exportação da carne suína aumenta 39% em relação a janeiro de 2016.

CleanTec do Brasil A visão da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS, Brasília/DF) é otimista para 2017. Após meses amargando prejuízos devido à expressiva alta no...

A visão da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS, Brasília/DF) é otimista para 2017. Após meses amargando prejuízos devido à expressiva alta no preço do milho e a redução no consumo de proteínas, causada pelo aumento do desemprego e pela queda na renda os brasileiros, agora o cenário parece mudar.
Assim como em 2016, as expectativas para o mercado externo são positivas e o comércio mantem-se firme. Apenas em janeiro, o País exportou 54,5 mil toneladas, um aumento de 39% se comparado ao mesmo período do ano anterior. Leia mais...

Veja também

Aumento nas compras chinesas de carnes impulsiona setor catarinense.25/09/17 O diretor Executivo da Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e do Sindicato das Indústrias da Carne e Derivados (Sindicarne), Ricardo de Gouvêa, acredita que Santa Catarina está colhendo os frutos de décadas de investimentos em genética, em sanidade e em aperfeiçoamento do parque agroindustrial de processamento de carnes. Sua opinião é......

Voltar para Notícias