Postado em 14 de Abril de 2016 às 14h42

Exportação de animais vivos recupera fôlego através do Brazilian Cattle

CleanTec do Brasil O projeto Brazilian Cattle, voltado para a divulgação da pecuária brasileira no exterior, tem grande importância no aumento das exportações do setor no primeiro bimestre de 2016,...

O projeto Brazilian Cattle, voltado para a divulgação da pecuária brasileira no exterior, tem grande importância no aumento das exportações do setor no primeiro bimestre de 2016, especialmente de animais vivos. Juntas, as 63 empresas e entidades associadas ao projeto tiveram elevação de 70,7% no volume exportado, em relação ao mesmo período de 2015.

As vendas de animais vivos para abate foram o grande destaque, já que com a redução do rebanho venezuelano, os importadores de animais vivos passaram a comprar em maior volume animais do Brasil. Neste ano, a expectativa é de que as vendas de material genético e animais vivos aumentem em decorrência dos protocolos sanitários firmados recentemente com Moçambique, Costa Rica e Bolívia. O Departamento Internacional da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ, Uberaba/MG), que coordena o projeto Brazilian Cattle juntamente com a agência para promoção das empresas brasileiras Apex-Brasil (Brasília/DF), está atuando nas negociações com Honduras, Guatemala, Nicarágua, República Dominicana, México e Egito. Leia mais...

Veja também

Agropecuária deve manter crescimento positivo em 2016.11/01/16 Embora com menor crescimento em relação a 2015, o setor agropecuário deve caminhar no sentido contrário ao da economia brasileira em 2016. Segundo o presidente do Sistema Faeg (Goiânia/GO)/Senar (Brasília/DF) (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural da região), José......

Voltar para Notícias