Postado em 21 de Março de 2016 às

IBGE: Em relatório 2015 das proteínas, aves e suínos protagonizam recorde de abates.

CleanTec do Brasil O abate de suínos cresceu 5,7% e o de frango 5,4% em 2015 na comparação com 2014, estabelecendo novos recordes. Os dados são Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, Rio de...

O abate de suínos cresceu 5,7% e o de frango 5,4% em 2015 na comparação com 2014, estabelecendo novos recordes. Os dados são Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, Rio de Janeiro/RJ) e fazem parte dos resultados do abate de animais, produção de leite, couro e ovos referentes ao quarto trimestre do ano passado, divulgados juntamente com o fechamento de 2015.

Suínos. Em 2015, foram abatidas 39,26 milhões de cabeças de suínos, com a série anual mostrando crescimento ininterrupto da atividade desde 2005, o que acabou culminando com o novo patamar recorde de 2015. O peso acumulado das carcaças de suínos alcançou 3,43 milhões de toneladas em 2015, com aumento de 7,4% em relação a 2014. Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná foram lideraram o abate de suínos. Em relação a 2014, Santa Catarina e Paraná aumentaram o volume de cabeças abatidas, enquanto o Rio Grande do Sul teve queda.

Aves. O crescimento de 5,4% no abate de frangos, também um novo recorde, reflete o resultado acumulado no ano passado (abate de 5,79 bilhões de cabeças de frango), o que levou o segmento a alcançar um novo resultado inédito. Leiam mais...

Veja também

Dose inseminante faz com que matriz crie 31 leitões em um único parto.01/08/17 Em uma propriedade localizada em Santa Catarina, mais especificamente em Água Doce, uma fêmea deu cria a 31 leitões em um único parto, fato considerado inusitado, já que a média fica entre 13 e 14 leitões por parto. Essa foi a terceira cria da fêmea, que pode passar ainda por mais cinco gestações ao longo de sua vida reprodutiva. Com o......
MAPA anuncia nova forma de cortes para carne in natura exportada aos EUA.05/07/17 O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF), por meio de memorando do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), determinou aos frigoríficos os novos cortes para......

Voltar para Notícias