Postado em 09 de Dezembro de 2015 às 09h46

Maranhão quer investir em comércio de animais vivos

CleanTec do Brasil Os embarques de bois vivos por Vila do Conde, em Barcarena, no Pará, podem estar com os dias de "quase exclusividade" contados. O porto responde por 98% das operações nacionais desse tipo de...

Os embarques de bois vivos por Vila do Conde, em Barcarena, no Pará, podem estar com os dias de "quase exclusividade" contados. O porto responde por 98% das operações nacionais desse tipo de carga, mas, além de Rio Grande ter novamente registrado o escoamento de animais, o Maranhão também passou a cobiçá-lo. (Fonte)
 

Veja também

Suplementos proteicos e energéticos são arma no controle de micotoxinas.28/07/17 Segundo uma pesquisa desenvolvida pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) em parceria com a Alltech do Brasil (Araucária/PR), bovinos de corte confinados que consomem micotoxinas têm sua saúde e desempenho afetados. O estudo comparou o impacto dessas substâncias tóxicas nos animais com e sem a utilização de adsorventes naturais; o......
Intensificar com rentabilidade exige pensar em cultura de pastagens.09/03/17 Uma pecuária intensificada e rentável é o sonho de todo produtor. Na opinião do pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Armindo Kichel, pensar em ruminantes e não pensar em cultura de pastagens é estar na......
Produtor reduz custos com ração em 30% ao produzir silagem com feijão.15/06/17 Uma pesquisa publicada pela Embrapa Cerrados (Brasília/DF) revela que a colheita do feijão guandu pode render até 15 toneladas por hectare em matéria seca ou duas toneladas/hectare no caso de grãos. A sua......

Voltar para Notícias