Postado em 10 de Junho de 2016 às 15h40

MDIC aposta em Índia e México como novos mercados para aves e suínos

CleanTec do Brasil Acordos internacionais são sendo negociados pela Secex junto ao ministério A reunião realizada na última terça-feira (07) entre o presidente-executivo da Associação...

Acordos internacionais são sendo negociados pela Secex junto ao ministério

A reunião realizada na última terça-feira (07) entre o presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA, São Paulo/SP), Francisco Turra, o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC, Brasília/DF), Daniel Godinho, o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec, São Paulo/SP), Antônio Camardelli, os vice-presidentes de mercado da ABPA, Ricardo Santin, e técnico, Rui Eduardo Saldanha Vargas, além de representantes das agroindústrias produtoras e exportadoras de carne de frangos e de suínos, divulgou resultados promissores.
Sobre acordos internacionais, Godinho destacou os avanços alcançados pelo governo nas negociações entre o Brasil e a União Europeia. O secretário também detalhou as ações do MDIC pela viabilização de outros mercados de interesse do setor de proteína animal, como por exemplo a Índia e o México. Leia mais...

Veja também

“Semana da Carne” reunirá produtores e consumidores em eventos simultâneos em SP.31/01/16 Com realização pela Sociedade Rural Brasileira (SRB, São Paulo/SP) e o Governo do Estado de São Paulo, a Semana da Carne vai reunir, em eventos simultâneos, produtores e consumidores entre os dias 13/06 e 19/06. São Paulo é responsável por abater 25% do total do território nacional e escoa a maior parte da produção. Por isso, o evento......
Exportação de carne de frango e peru in natura para UE é acrescida.28/07/16 A exportação de carne de frango para a União Europeia (UE) deverá ser acrescida de 4766 toneladas, e a de peru in natura (fresca e congelada), de 610 toneladas, ambas com tarifa zero dentro do limite da cota. O acordo, fechado......

Voltar para Notícias