Postado em 16 de Setembro de 2016 às 09h22

Pecuarista é colocado à prova em 2016.

CleanTec do Brasil Figurando entre um dos anos mais difíceis para o pecuarista brasileiro, o ano de 2016 foi marcado pela alta dos preços dos insumos e pela situação econômica dificultada. A falta de chuvas na...

Figurando entre um dos anos mais difíceis para o pecuarista brasileiro, o ano de 2016 foi marcado pela alta dos preços dos insumos e pela situação econômica dificultada. A falta de chuvas na maior parte das regiões, com a consequente piora na qualidade das pastagens, e as incertezas quanto ao mercado do boi gordo também foram fatores importantes, que resultaram em baixa liquidez no mercado de reposição nos primeiros meses do ano.Segundo a Scot Consultoria (Bebedouro/SP), após as valorizações da reposição observadas principalmente no final de 2015, a retração da demanda ocasionou em queda nas cotações no decorrer do ano.

Veja também

Índice de Confiança do agronegócio cresce 4,2 pontos no trimestre11/11/16 Uma pontuação igual a 100 pontos corresponde à neutralidade, resultados acima disso indicam confiança. Por isso, de acordo com o valor apontado pelo Índice de Confiança do Agronegócio (ICAgro) do 3º trimestre, que foi de 106,3 pontos, com alta de 4,2 pontos em relação ao trimestre anterior, demonstra maior confiança no setor. O......
Estados Unidos suspendem importação de carne bovina fresca do Brasil.23/06/17 Os Estados Unidos anunciaram na última quinta-feira (22) a suspensão da importação de carne bovina fresca vinda do Brasil. O comunicado oficial foi proferido pelo secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue,......

Voltar para Notícias