Postado em 20 de Dezembro de 2016 às 09h33

Seminário foca nos desafios e ferramentas para ampliar competitividade.

CleanTec do Brasil Com foco em discutir as mudanças em curso na atividade suinícola, o impacto dessas transformações no ambiente de produção e, sobretudo, apresentar ações e ferramentas...

Com foco em discutir as mudanças em curso na atividade suinícola, o impacto dessas transformações no ambiente de produção e, sobretudo, apresentar ações e ferramentas tecnológicas capazes de garantir e ampliar a competitividade na suinocultura, o 14º Seminário Técnico Cooper A1 e Agroceres PIC reuniu cerca de 150 participantes, entre suinocultores integrados e membros da equipe técnica da cooperativa catarinense.
Na oportunidade, foram também apresentados os planos e metas da Cooper A1 para seu sistema produtivo de suínos nos próximos anos. “Trata-se de uma oportunidade ímpar que temos para debater, apresentar informações e inovações tecnológicas com potencial para auxiliar os produtores da cooperativa a melhorar seus resultados produtivos e econômicos”, afirma o coordenador Técnico Comercial da Agroceres PIC, Ariberto Cella. Leia mais...

Veja também

Instrução normativa sobre entrada de produtos de origem animal no Brasil é elogiada 17/05/16 O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, Brasília/DF) publicou instrução normativa que trata da lista de produtos de origem animal destinados ao consumo humano ou animal autorizados a ingressar no território brasileiro, sem a necessidade de apresentação de certificado sanitário por passageiros vindos do exterior. Essas regras......
Produtividade é fator chave para aumento da competitividade na pecuária.23/08/17 As margens do mercado pecuário são fator determinante para muitas fazendas. Diante disso, como o pequeno produtor, que não tem estrutura suficiente para conseguir produzir em grandes volumes, pode ser competitivo no mercado? Com o......
Margens dos frigoríficos encerram ano empatando com 2015.12/01/17 Os frigoríficos conseguiram terminar o último ano com margens de comercialização praticamente iguais às de 2015 e superiores às de 2014. A economia do País recuou quase 8,0% depois de dois anos de......

Voltar para Notícias