Postado em 07 de Julho de 2017 às 15h38

Vietnã representa 8,4% das exportações de couro brasileiras.

CleanTec do Brasil Com o apoio do Brazilian Leather, projeto de incentivo às exportações, desenvolvido pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB, Brasília/DF) e Agência Brasileira de...

Com o apoio do Brazilian Leather, projeto de incentivo às exportações, desenvolvido pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB, Brasília/DF) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil, Brasília/DF), oito empresas brasileiras têm como expectativa comercializar US$ 20 milhões do produto para o Vietnã.
O país já é o quarto principal destino das exportações do Brasil de couros e peles, com participação de 8,4% no total das remessas de curtumes ao exterior em valores em 2017. Dados recentes apontam que o país concentra mais de 600 fábricas de calçados e artefatos, produz um bilhão de pares de sapatos e 150 milhões de bolsas por ano, sendo que 40% destes produtos são feitos em couro. Leia mais...

Veja também

Típica retração do consumo de frango na segunda quinzena limita valorização.20/02/17 Os preços do frango vivo e da carne tiveram novas altas nos últimos dias, mas a típica retração do consumo na segunda quinzena já começa a limitar as valorizações. Conforme pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea, Esalq/USP, Piracicaba/SP), para o animal vivo, o aumento esteve atrelado à maior procura para......
Cresce o interesse global por “superdosing” de fitase em frangos de corte.09/08/16 Para eliminar os efeitos antinutricionais, agora amplamente reconhecidos, que o fitato causa dentro do trato digestivo das aves, cresce o interesse global pelo uso de “superdosing” de fitase em frangos de corte. Os benefícios de melhora de......

Voltar para Notícias